Unhas com cores do Brasil para a Copa é tendência entre mulheres

A Copa do Mundo 2018 está chegando e as tendências de moda por aqui vêm surgindo para animar a torcida feminina.  As unhas decoradas com as cores do Brasil se apresentam como uma das queridinhas nas esmaltarias.  E para colorir vale tudo, desde adesivos com estampas da bandeira aos diversos esmaltes com as cores verde, azul, branco e amarelo. O importante para elas é mexer com o imaginário e com a autoestima.

 De acordo com a consultora de moda e estilo Carolina Pedrosa, da Esmalteria Nail4U, no Leblon, Rio de Janeiro, a poucos dias do início do campeonato a procura por esse tipo de decoração nas unhas já começou.  “Pesquisamos os esmaltes, buscamos os modelos de pintura, tudo isso para resgatar o espírito esportivo nas cariocas”, diz a especialista, lembrando que a mulher brasileira é louca por esmaltes, tanto que o país ocupa um ranking de destaque no segmento.

A indústria de esmaltes, que inova mais a casa dia, apresenta estatística de crescimento de 9,4% ao ano até 2024 e a mulher brasileira é uma das maiores consumidores do mundo na categoria.

 A empresária também comentou que as mulheres possuem gostos diferentes e, por isso, a ideia é atender todos os estilos disponibilizando diversas tonalidades de verdes, amarelos e azuis para atrair tanto as clientes mais simples como as mais exóticas. “Temos os mais variados tons para agradar da mais simples até as mais sofisticadas e ousadas que, por exemplo, querem investir nos metalizados- a grande aposta da estação-  ou nos importados”, explica Carolina.

Não quer exagerar? Então aposte no minimalismo

Mesmo quem faz a linha discreta têm opção para decorar ou esmaltar as unhas com as cores da bandeira. Se bater a vontade de dar uma incrementada, a dica da especialista é seguir a linha “menos é mais” e fazer nailarts minimalistas, com uma das cores que fazem parte da bandeira do Brasil apenas nos detalhes. Já se preferir um visual mais clean, pintar as unhas com esmalte incolor, nude ou branco e fazer um traço azul, amarelo ou verde em algum ponto ou apenas usar uma só cor.

Vestindo a camisa

 Mas se a mulher é do tipo que entra no clima da Copa de verdade, Carolina Pedrosa sugere apostar em desenhos como a bandeira do Brasil, por exemplo. “Para exibir esse look, há uma série de adesivos que ficarão lindos na unha” diz. Mas, para quem não é fã de unhas decoradas e muito menos da sofisticação de usar os metalizados, vale entrar no clima da brincadeira e porque não misturar as cores? “Para as mais moderninhas vale usar as 3 cores juntas para um visual mais colorido e moderno, que fica muito bom nas bem jovens. É só pensar no seu estilo e no efeito que você deseja para decidir o ideal”, finaliza.

  • SERVIÇOS:
  •  Nail4 u Esmalteria
  •  Av. Ataulfo de Paiva, 1079, loja 108 (Vitrine do Leblon) – Leblon – RJ
  • Tels.: (21) 3591-8384, 3486-3766 | whatsapp : (21) 98364-3637
  • Instagram: @nail4uleblon
  • www.facebook.com/nail4uleblon

 ____________________________

Confira as 5 plásticas mais procuradas pelas brasileiras

O inverno está chegando e com ele o aumento da procura por cirurgias plásticas. As estações mais frias do ano são também as responsáveis pelo volume cada vez maior de homens e mulheres na busca de mais autoestima. “Essa época do ano é escolhida, pois os pacientes têm tempo para se recuperar e não se expõem aos efeitos nocivos do sol e do calor durante o pós-operatório, evitando manchas, cicatrizes e a vasodilatação”, explica o cirurgião plástico Marcelo Moreira, Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica-RJ.

Durante esse período, as clínicas chegam a ter um aumento de até 40% no movimento de pacientes, que procuram principalmente por cirurgias como lipoaspiração, mamoplastia de aumento, abdominoplastia e correções no nariz e pálpebras.

O primeiro passo para uma cirurgia plástica de sucesso é a escolha do médico especialista. Cirurgia plástica é coisa séria, pois envolve anestesia e muitas vezes um pós-operatório doloroso e até mesmo com cicatrizes. Um cirurgião competente irá amenizar ao máximo todos os efeitos trazendo um resultado final satisfatório. “Existem hoje muitos médicos não especializados realizando cirurgias plásticas, os pacientes precisam tomar muito cuidado na hora de escolher, pois uma cirurgia errada pode acarretar danos irreversíveis”, afirma Moreira.

De acordo com o especialista, os médicos que compõem a SBCP têm em seu currículo uma formação de 11 anos, que somam a Faculdade de medicina (6 anos), residência em Cirurgia Geral (2 anos), e residência em cirurgia plástica (3 anos). “Além disso, para obter o título de especialista é preciso aprovação em uma prova oficial aplicada pela Sociedade da especialidade, garantindo a competência do profissional” diz Marcelo Moreira, que abaixo lista dos procedimentos cirúrgicos mais procurados no Brasil.

1- Lipoaspiração

É bom para: retirar a gordura localizada de diversas partes do corpo, como barriga, braços, costas e coxas.

Como funciona: durante a cirurgia a gordura é drenada através do uso de cânulas com espessuras que podem variar de dois a quatro milímetros. A lipoaspiração pode ser realizada em qualquer área corporal, porém obedecendo ao principio de não ultrapassar 7% do peso corporal.

Tempo de duração: de uma a três horas, com alta no mesmo dia ou no dia seguinte. Se a necessidade da cirurgia em grande área e volume, o ideal é realiza-la em duas etapas, para a reposição de toda a perda sanguínea entre uma cirurgia e outra.

Recuperação: embora possa haver um pouco de dor nos três primeiros dias, o repouso não é necessário. É preciso ter cuidado com a exposição ao sol nas primeiras três ou quatro semanas, até o roxo desaparecer.

Segundo Marcelo Moreira, lipoaspiração é um procedimento que deve ser realizado em um centro cirúrgico, de hospital ou clínica especializada, avalizada pela ANVISA. “Não se engane por preços abaixo do custo, pois o barato muitas vezes pode sair mais caro. Além disso, fuja dos procedimentos que levam o nome “minilipo”, “hidrolipo”, “lipo light” etc. Estes são considerados marketing e quase sempre oferecem serviços abaixo do preço, por pessoa sem qualificação e em ambiente cirúrgico inadequado” explica o cirurgião.

  1. Rinoplastia

É bom para: modificar o formato e a estrutura do nariz de acordo com as proporções de cada rosto.

Como funciona: esse tipo de procedimento é feito com o intuito de remodelar o perfil, o formato da ponta, o tamanho, projeção e até mesmo a largura do nariz. As técnicas são inúmeras e podem envolver enxertos de cartilagem, fascia ou fraturas dos ossos do nariz.

Tempo de duração: a cirurgia varia entre uma e três horas, com anestesia local ou geral.

Recuperação: são necessários sete dias para voltar às atividades normais. Cerca de três semanas depois, os roxos do nariz já terão sumido, porém a regressão total do edema irá demorar por volta de seis meses.

De acordo com o especialista existe um equilíbrio entre o nariz e o rosto que determina a harmonia facial de cada pessoa, ou seja, um nariz de boneca não ficará necessariamente bonito no rosto de qualquer um. Além disso, não existe um manual com formatos de narizes, as modificações serão feitas de acordo com as proporções de cada rosto e com as experiências do seu médico, por isso há sempre a chance de insatisfação com o visual final.

  1. Blefaroplastias

É bom para: remover o excesso de pele e o acúmulo de gordura nas pálpebras que causam inchaço, cansaço ou envelhecimento ao redor dos olhos.

Como funciona: muito procuradas pelos que já passaram dos 40 anos, o seu tratamento cirúrgico pode ser feito com incisão na pele ou mesmo, por dentro na conjuntiva, não deixando qualquer cicatriz externa.

Tempo de duração: de uma a duas horas com alta no mesmo dia.

Recuperação: o edema diminui bastante entre sete e dez dias, permitindo a volta às atividades normais. Compressas com gelo nos olhos ajudam a reduzir o inchaço.

O maior incômodo desse tipo de cirurgia são as equimoses (arroxeamento da pele) que irão evoluir para o amarelo até sumirem. Esse processo leva ao todo cerca de três semanas.

  1. Mamoplastia de aumento

É bom para: aumentar o tamanho das mamas e deixá-las mais firmes.

Como funciona: a inserção da prótese na paciente pode ser feita de três maneiras: pela axila, pela   auréola ou pelo sulco da mama, localizando-se atrás da glândula mamaria ou do músculo peitoral, de acordo com a preferência do paciente. A prótese mamária mais utilizada é a feite de silicone, pois possui melhor textura e palpação, além de um resultado visualmente mais bonito.

Tempo de duração: de uma a duas horas, com a alta hospitalar no mesmo dia.

Recuperação: os seios ficarão inchados por algumas semanas e pode haver uma sensação de ardor nos mamilos. Os pontos serão retirados entre sete e dez dias após a cirurgia e o paciente pode voltar à vida normal, sem esforços físicos, no prazo de uma semana.

“É preciso ter em mente que quanto maior a prótese, maior a chance de se ter alterações da sensibilidade nas mamas. Além disso, a operação não é indicada para mulheres jovens que ainda não atingiram a maturidade sexual. Em média, o procedimento costuma ser liberado de dois a três anos após a primeira menstruação” esclarece o médico.

  1. Abdominoplastias

É bom para: remover estrias abdominais, melhorar a silhueta e deixar a cintura delicada e mais bem torneada.

Como funciona: o procedimento consiste na lipoaspiração do abdômen, seguida de uma plástica para retirar a pele e a modelagem do local. Essa técnica permite menos descolamento da pele e proporciona menor tensão à musculatura da parede abdominal.

Recuperação: a cicatriz é semelhante a da cesariana, além da cicatriz ao redor do umbigo. Além disso, exige um repouso maior que as outras cirurgias plásticas, entre15 a 20 dias.

Algumas deformidades como hérnia umbilical, hérnia incisional ou cicatrizes previas dificultam esse tipo de cirurgia e às vezes o aspecto das cicatrizes não fica como o esperado.