“Paulo Autran – O Senhor dos Palcos” será exibido pela primeira vez em São Paulo na 41ª Mostra Internacional de Cinema

 o documentário, dirigido por Marco Abujamra, cria um recorte de como 

Autran percebia sua profissão

O documentário “Paulo Autran – O Senhor dos Palcos” (82’), de Marco Abujamra, fará a sua première em São Paulo na 41ª Mostra Internacional de Cinema, no dia 29/10, domingo, às 21h50 no Espaço Itaú de Cinema Augusta.

 

A obra, que traz um retrato de um dos maiores atores brasileiro de todos os tempos, concorre ao prêmio de melhor documentário brasileiro pelo público e ao prêmio Petrobrás de Cinema Brasileiro. O filme será reapresentado nos dias 30/10, segunda, às 14h no CineSala e 31/10, terça, às 18h no Espaço Itaú Frei Caneca.

Exibido pela primeira em 2017, ano que se completa 10 anos da morte do artista, no 45° Festival de Cinema de Gramado, “Paulo Autran – O Senhor dos Palcos” tem como foco principal a paixão do ator  pelo teatro e aborda temas como as companhias teatrais e a formação e dinâmica dessas “comunidades” muito particulares; a criação do TBC, Teatro Brasileiro de Comédia, e reflexões sobre a arte do ator.

 

Mariana Marinho, produtora executiva do filme, acredita que o filme “Paulo Autran- O Senhor dos Palcos” resgata a entrega visceral do ator ao processo criativo e a relação direta com o público. O público teatral como parte da criação do personagem. Para ela, “a paixão do Paulo pelo teatro é transmitida no filme de maneira sensível e ao mesmo tempo provoca uma reflexão mais ampla sobre como conduzimos nossos sonhos; se nos arriscamos ou se nos acuamos diante da dificuldade de entrega.”

Já segundo o diretor Abujamra, o documentário cria um recorte de como Autran percebia sua profissão, através da análise das montagens das peças “A Tempestade” e “Rei Lear”, de Shakespeare; e Solness – O Construtor, de Ibsen, por seus diretores (respectivamente Paulo de Moraes, Ulysses Cruz e Eduardo Tolentino).

 

Cenas históricas de filmes e peças estão presentes. Permeando o longa, trechos de entrevistas escritas e de uma autobiografia inédita, contendo reflexões de Paulo Autran sobre a arte do ator, sua carreira, vida, morte e desafios profissionais e pessoais. Os textos são reproduzidos pelos atores Bete Coelho, Patrícia Selonk, Gustavo Machado e Bruce Gomlevsky, criando uma dinâmica visual interessante e autoral.

 

O filme, que será exibido em 2018 no canal Curta!, apresenta ainda depoimentos de José Celso Martinez Corrêa, Karin Rodrigues, Mauro Farias – que detalham e reconstroem facetas do ator e do meio teatral brasileiro. Ao final, o depoimento histórico de Fernanda Montenegro, onde ela lê uma troca de cartas emocionante, a poucos dias da morte de Paulo Autran, e faz uma reflexão profunda sobre sua importância para o teatro brasileiro.

 

Ficha técnica:

 

Diretor: Marco Abujamra

Produtora Executiva: Mariana Marinho

Diretor de Fotografia: Luis Abramo

Montagem: Thiago Arruda e Marco Abujamra

Atores:

Bete Coelho

Bruce Gomlevsky

Patricia Selonk

Gustavo Machado

Exibidor: Canal Curta!

Tempo de duração: 82 minutos

 

SESSÕES NA 41ª MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO

29/10, DOMINGO, ÀS 21H50 NO ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA AUGUSTA.

30/10, SEGUNDA, ÀS 14H NO CINESALA

31/10, TERÇA, ÀS 18H NO ESPAÇO ITAÚ FREI CANECA.

 

 

Sobre o diretor Marco Abujamra

 

Sócio fundador da produtora Dona Rosa Filmes, roteirizou e dirigiu o documentário de longa-metragem “Paulo Autran – O Senhor dos Palcos” em 2016. Atualmente está trabalhando como roteirista e diretor do longa de ficção “Júpiter” com Rafael Vitti, Guta Stresser e Orã Figueiredo no elenco. Roteirizou e dirigiu também os documentários “Mário Lago” (2013), que estreou no Festival do Rio; “Jards Macalé – Um Morcego na Porta Principal” (2009), ganhador do Prêmio Especial do Júri do Festival do Rio; Prêmio In-Edit de Público e do Prêmio Desempenho – SEC RJ e “Dia Útil” (2008) sobre Trabalho Escravo Contemporâneo no Brasil que estreou em Maputo/Moçambique.

 

Sobre a Dona Rosa Filmes

A produtora Dona Rosa Filmes possui em seu portfólio diversos trabalhos, entre eles, longas de documentários, curtas de ficção e programas de tv. Atualmente está em produção do longa de ficção “Júpiter” com direção de Marco Abujamra, que conta com Rafael Vitti, Orã Figueiredo e Guta Stresser no elenco. Também está produzindo o documentário “Clementina”, sobre a cantora Clementina de Jesus com previsão de estreia em 2018.

 

Entre seus trabalhos já realizados, destacam-se os documentários de longa-metragem “Jards Macalé – Um Morcego na Porta Principal” (2008) que recebeu prêmios no Festival do Rio; In-edit e de Desempenho SEC RJ; “Mario Lago” (2014) que teve sua estreia no Festival do Rio e na Mostra Internacional de São Paulo; “Beleza Escondida” (2008), ambos com direção de Marco Abujamra. Produziu ainda o documentário “Mario Filho – O Criador das Multidões” (2010) com direção de Oscar Maron, que ganhou Prêmio de Melhor Montagem no Festival Internacional de Cinema de Arquivo e o longa de ficção “Mulheres Sexo Verdades Mentiras”, de Euclydes Marinho.

 

Para mais informações, segue o site da Dona Rosa Filmes: http://www.donarosafilmes.com.br/

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *