CELEBRIDADES 

MISS PLUS SIZE RIO DE JANEIRO SERÁ ESCOLHIDA NO DIA 2 DE JULHO, NO TEATRO JOÃO CAETANO

As inscrições já estão abertas para as poderosas que vestem a partir de manequim 44. E mais: o concurso deste ano tem categoria sênior.

O que as cantoras Preta Gil, Jojo Toddynho e MC Carol; a atriz Fabiana Karla; a professora e blogueira Tássia Marcondes; e a jornalista Rízia, participante da atual edição do Big Brother Brasil têm em comum? Estão acima do peso? Fora dos padrões de beleza? Têm celulite? Sim, mas o mais importante é a autoestima. E não é fácil construir autoestima numa sociedade ditadora de modelos e que, sem empatia, pratica bullying com quem foge aos padrões. Mas se todas essas empoderadas citadas conseguiram, sinal de que as coisas vêm mudando. E, com certeza, concursos de beleza para mulheres plus size vêm dando sua contribuição para isso. Que o diga Eduardo Araúju, idealizador de concursos locais e nacionais para modelos que vestem a partir de manequim 44! E as inscrições para o concurso Miss Plus Size Rio de Janeiro já estão abertas. E este ano tem novidade!

Nicolle Santana – Miss plus size carioca 2018 – Foto Pablo Rocha

Até o dia 31 de maio, as candidatas podem se inscrever pelo WhatsApp (21) 97136-9888 para o concurso, que será realizado no dia 2 de julho, pela primeira vez no Teatro João Caetano, local por que Araúju tem grande carinho e do qual guarda ótimas lembranças.

“Fico muito feliz em saber que estamos chegando ao nono ano com pioneirismo no segmento Plus Size. Consegui fazer a inclusão de pessoas que fogem aos padrões. É uma alegria provar, mais uma vez, que as pessoas só precisam de oportunidade para se sentirem vivas e realizadas. Desta vez, o concurso será no palco do consagrado João Caetano! Para mim uma honra voltar ao teatro, onde tive a oportunidade, por dois anos, de apresentar o Oscar Gay ao lado de Meime dos Brilhos! A oportunidade de transformar vidas está sendo concretizada com o concurso, mas o presente maior é a consequência positiva e transformadora na vida de cada participante.”

A novidade da edição 2019 é a categoria sênior, voltada para mulheres a partir dos 46 anos. A inscrição custa R$ 400. A Miss Plus Size Rio de Janeiro vai receber R$ 4 mil, além de bolsa em curso de modelo e manequim e um ensaio fotográfico. A segunda e a terceira colocada – assim como as vencedoras nas categorias Maturidade, Virtual, Fotogenia, Simpatia, Elegante e Popular – ganharão os seus respectivos títulos e outros prêmios, como uma jóia da Amarjon.

  “O importante é dissociar o conceito de beleza da juventude, afinal, o mundo não é feito só de jovens de 18 anos e com manequins pequenos. Além de preenchermos uma lacuna no mercado de modelos, que se esquecia da terceira idade e das gordinhas como público-alvo. Não faço apologia à obesidade e sim apologia à felicidade e a oportunidade. Saber aceitar-se, assim do jeito que somos”, ressalta Araúju, deixando claro que, no fim das contas, o que interessa é a saúde do corpo e da alma.

Nos domingos 9, 16, 23 e 30 de junho, acontecerão encontros da produção do evento com as candidatas para diversos workshops e preparação para o desfile, idealizado por Eduardo Araúju, com direção de Marcos Salles e produção da Cenário Produções.

E em novembro, tem Miss Plus Size Nacional, no Teatro Carlos Gomes. Aguardem mais informações!

Sobre Eduardo Araúju

O maquiador, professor de modelos e manequins e produtor visual Eduardo Araúju, tem uma trajetória marcada pela coragem e ousadia. Realizador do primeiro concurso Miss Plus Size Carioca Oficial no Rio de Janeiro, em 2010, Araúju está sempre envolvido em iniciativas que elevem a autoestima de quem foge aos padrões de beleza ditados pela moda. Ao longo de mais de 30 anos de carreira, vem contribuindo para que entrem na moda outros padrões de beleza feminina: mulheres mais cheinhas, mais maduras…

Mas se hoje em dia Eduardo tem grande reconhecimento nacional e internacional, ele não se esquece do começo, quando ainda bancário vendia de cosméticos para reforçar o orçamento. Foi quando conheceu a cantora Elza Soares, então em cartaz no Cassino Amarelinho, na Cinelândia. Por razões que o acaso não explica, o jovem bancário bateu no camarim da cantora justo na noite em que sua maquiadora não apareceu. “Você sabe maquiar?”, indagou a cantora sem nenhum constrangimento. A partir de então, o jovem Eduardo Araúju abraçava o ofício de maquiador, no qual permaneceu acompanhando Elza Soares durante 30 anos.

Desde então, o maquiador ou produtor visual (como o próprio prefere), adquiriu know-how suficiente para figurar entre os melhores profissionais do país. Seus pincéis e batons pintaram os rostos de uma verdadeira constelação que inclui, além de Elza Soares, as cantoras Lana Bittencourt, Waleska, Elizeth Cardoso, Zezé Gonzaga e a apresentadora Xuxa Meneghel; sem esquecer das manequins internacionais Veluma e Maria Rosa.

No ano de 1991, Araúju passou a ministrar aulas de modelo e manequim para mulheres que se encontram na chamada melhor idade, no SESI de Jacarepaguá. Eduardo já perdeu a conta de quantas profissionais formou e colocou no mercado, participando de anúncios televisivos ou ilustrando peças publicitárias. Em seus cursos, gosta mesmo é de aguçar a criatividade e o sex appeal das senhoras. E foi assim que em julho de 1996, 14 senhoras desfilaram roupas confeccionadas com materiais reciclados, criados por elas e comandadas por ele, em plena Avenida Paulista. Também em 1996, os cariocas presenciaram um desfile de roupas íntimas em plena Avenida Atlântica, em Copacabana, e na Feira da Providência. O mesmo ocorreu na comemoração pelos 100 anos do Méier, bairro da Zona Norte carioca. Nada fora do comum, tirando o fato de que as modelos eram todas senhoras na faixa entre 60 e 70 anos.

Em 1998, criou o concurso “Miss Terceira Idade de São Paulo”; em 1999, “A Mais Bela Senhora do Rio de Janeiro”; e em 2001, idealizou os concursos “Miss Rio de Janeiro da Maturidade”, para senhoras entre 40 e 60 anos, “Rainha Rio de Janeiro da Maturidade” e “Rainha das Rainhas” para senhoras a partir de 61 anos.

Sua ousadia e criatividade levaram seu nome correr mundo e passar por países como Argentina, Angola, Polônia, Japão a toda a Europa. Dentre os muitos registros pela mídia internacional, destacou-se na TV europeia ARTE, num documentário feito no Brasil para ser exibido em toda a Europa. Eduardo também foi convidado a gravar um documentário sobre Misses da América Latina, exibido na Polônia.

O carinho e a dedicação a seu ofício e ao público da terceira idade também lhe renderam Moções da Câmara Municipal e Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) entre 2001 e 2007.

  • Serviço:
  • Miss Plus Size Rio de Janeiro
  • Inscrições até 31 de maio pelo WhatsApp (21) 97136-9888
  • Preço: R$ 400, sendo que o valor pode ser parcelado no cartão de crédito
  • Desfile e concurso
  • Data: 2 de julho
  • Horário: 18h
  • Local: Teatro João Caetano

Related posts