INFORMAÇÃO MODA - BELEZA - SAÚDE 

Itália proíbe crianças não vacinadas de irem à escola; pais serão multados

As escolas estão mandando as crianças não vacinadas de volta para casa, e os pais correm risco de serem multados pelo governo.
 
Por Giovane Almeida
Uma nova lei na Itália entrou em vigor nesta semana e torna obrigatório para todas as crianças do país receber uma série de vacinas, incluindo a vacina tríplice viral.
 
Os pais tiveram até o dia 10 deste mês para garantir que seus filhos fossem vacinados — e, de acordo com a BBC, as escolas estão mandando as crianças de volta para casa caso elas não provem que foram vacinadas.
 
As crianças com menos de seis anos não poderão ir ao berçário nem ao jardim de infância sem comprovação de vacinação. As crianças entre seis e dezesseis anos são, tecnicamente, autorizadas a irem à escola, mas seus pais estão sujeito a uma multa de US$560 caso as crianças permaneçam não vacinadas.
O tópico tem sido altamente controverso na Itália, onde os moradores têm expressado descontentamento com a nova lei há meses.
 
Em setembro, cerca de mil crianças italianas com o sistema imunológico debilitado foram forçadas a ficarem em casa, pois não tinham certeza de que seus colegas de classe haviam sido vacinados.
 
A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera o movimento anti-vacina uma das maiores ameaças à saúde mundial.
 
É sabido que as vacinas são uma das formas mais eficazes de evitar doenças na história da humanidade.

Related posts