CELEBRIDADES TV 

Ator, que vive um galã em “Bom Sucesso”, fala de sua carreira na TV

Rafael Infante, o multimídia

Ator, que vive um galã em “Bom Sucesso”, fala de sua carreira na TV, internet, teatro e início na música

O nome Rafael Infante não é novo para o público. Com trabalhos de sucesso na TV, na internet e no teatro ao longo de 12 anos de carreira, o ator carioca de 33 anos agora está em um novo desafio: ser um galã na novela das 19h da Globo, “Bom Sucesso”. Mas quem o acompanha recentemente pode não saber que o início da sua trajetória foi no mundo da música.

 

Em 2005, Infante teve uma banda chamada “Preto Tu”, criada com os amigos. Na época, ela se destacou no cenário independente com diversos shows pelo país e elogios de nada mais nada menos que Caetano Veloso. No entanto, o seu caminho como ator já estava traçado e logo começou a cursar Cinema e, antes mesmo de terminar a faculdade, decidiu estudar Teatro e Artes Cênicas.

– Fiz Cinema na universidade Estácio e depois migrei para teatro, na UniverCidade. Estou sempre fazendo cursos em diversas áreas, pois acho importante se manter sempre atento às novidades e aprender nunca é demais – diz.

 

Ainda em 2005, o artista formou o grupo de improvisação “Avacalhados” com Diego Becker, Fábio Nunes, Luizinho Lima e Tatá Werneck, que até hoje faz esquetes. Em 2007, fez sua estreia no cinema no longa “PodeCrer!”, além de ter feito peças e participado de curtas no canal “Anões em Chamas”, que pertencia a Ian SBF, com quem trabalharia no futuro no Porta dos Fundos.

 

A ida para a prestigiada produtora de vídeos para internet, em 2012, representou o primeiro grande “boom” na carreira de Rafael, passando a integrar um time de peso com Fábio Porchat, Gregório Duvivier, Clarice Falcão, Letícia Lima, Júlia Rabello, Marcos Veras, Antônio Tabet, entre outros. O canal do Youtube se tornou o maior em visualização do Brasil em menos de um ano. Além disso, ele foi convidado para a integrar o elenco da terceira temporada da série “Adorável Psicose”, de Natália Klein, no Multishow, interpretando o personagem “Cara Novo”, um rapaz sem nome revelado.

 

2012 ainda iria marcar um momento muito especial na vida do ator: o casamento com a atriz e roteirista Tatiana Novais. A união, inclusive, foi televisionada para o programa Chuva de Arroz, do canal GNT. Em 2013, ele entrou em cartaz no teatro com a peça Rain Man interpretando o personagem Charlie Babbitt, conhecido no cinema pela interpretação de Tom Cruise. Na ocasião, contracenou com Marcelo Serrado e foi dirigido por José Wilker. No mesmo ano, também rodou o longa “Muita Calma Nessa Hora 2”, de Bruno Mazzeo, e fez sua estreia na TV Globo no programa “Divertics”, aos domingos, junto com Luiz Fernando Guimarães, Leandro Hassum, entre outros.

 

Em 2015, Infante se envolveu em um projeto mais pessoal: o seu primeiro solo, chamado “Infantaria”, que escreveu com Tatiana Novais, sua esposa, que também assina a direção. O espetáculo estreou em turnê nacional.

 

– Foi meu primeiro solo e ainda foi de humor, que faço há muito tempo. Além disso, ter a Tatiana comigo foi muito importante e especial – ressalta o ator.

 

Ainda nesse ano, ele atuou no filme “Divã a 2”, com Vanessa Giácomo e direção de Paulo Fontenele, e começou a rodar o filme do Porta dos Fundos, “Contrato Vitalício”, lançado em junho de 2016. Em 2016, Rafael entrou no elenco da sitcom “Vai que Cola”, no ar desde 2013, no Multishow.

 

– Foi uma grande alegria integrar o elenco de um programa que é um fenômeno de popularidade. Amo meu personagem, o Ericsson, que é um faz tudo (elétrica, hidráulica, ajuda a todos, viciado em tomar choque), se mete sempre em confusão e tem uma certa inocência – conta Rafael.

 

A próxima temporada vai se passar em Miami e tem estreia prevista para outubro de 2019 no Multishow.

 

– O ritmo de gravação é sempre bem intenso, mas temos uma equipe de “atletas” que estão prontos para fazer do programa sempre o melhor. Além disso, como temos uma plateia, dá aquele ar de teatro, pois vemos, ou ouvimos, a reação do público na hora. Então, há essa magia de ser teatro e TV ao mesmo tempo – destaca.

 

Já 2019 tem sido um ano com projetos bem interessantes para Rafael. Além de ter feito participação na série “Cine Holliúdy”, ele integra o elenco da trama das 19h da TV Globo, “Bom Sucesso”.

 

– Foi muito legal participar de Cine Holliúdy. Foi apenas um capítulo, mas deu para sentir um gostinho do estilo da série! Os atores todos generosos e comprometidos com o produto – comemora.

 

Além disso, há uma semelhança entre os personagens de “Cine Holliúdy” e “Bom Sucesso”: ambos são galãs. Na série, o ator viveu Armando Fagundes.

 

– Essa coisa de galã e humor eu não separo. A beleza está também em rir, rir de si mesmo e se reinventar sempre – revela.

 

Rafael, que na vida real é pai da pequena Lara, de 3 anos, será Pablo Sanches em “Bom Sucesso”, um ator que é o galã de uma novela fictícia que fará parte da história.

 

– Ele é amigo de Silvana Nolasco (Ingrid Guimarães) e os dois vão fingir um casamento e depois romper. Posso adiantar que ele vai viver muito de aparências – diverte-se.

 

Essa é a primeira vez que Infante faz novela. E ele diz que está adorando o ritmo de gravações e está aprendendo muito.

 

– Por enquanto, não estou gravando em ritmo frenético, mas é forte e tem sido um aprendizado constante – finaliza.

 

Ainda esse ano, além de “Bom Sucesso”, Rafael Infante entrará em cartaz com uma nova peça, além de fazer a gravação de seu primeiro CD.

Related posts